quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Operação da PF chega ao município de Espigão do Oeste


RSE cobriu desde, as primeiras horas e desde, as primeiras apreensões.

Não há detalhes por enquanto, mas a inforamação é de que uma devassa teria sido feita em escritórios e residências. 


De acordo com sites da capital, Operação da Polícia Federal que acontece em Rondônia nesta quarta-feira (10/12), combaterá a ação de uma quadrilha envolvida em crimes ambientais em várias regiões do estado, mas principalmente nas cidades de Espigão do Oeste, Pimenta Bueno, Parecis e Cacoal, aonde estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão. 

O site ainda afirmou que toda a “ação é conjunta com o IBAMA” e as investigações foram iniciadas há cerca de um ano. Além de madeireiras e escritórios de contabilidade a ação devassa residências e empresas de investigados. 

Nesta manhã a reportagem da RSE esteve na Praça Municipal, onde registrou a presença dos agentes federais e entrevistou o vereador Adriano da ambulância que passava pelo local.


Fotos: Da RSE/Redação (Dpto Jornalismo RSE/AM 1570khz)

Pelo menos dois índios devem ser presos durante a Operação que a Polícia Federal realiza em várias cidades rondonienses nesta quarta-feira, com o objetivo de desarticular quadrilha especializada em extração ilegal de madeira e falsificação de documentação com fins de exploração ambiental. De acordo com informações obtidas pelo RONDONIAGORA, são 11 os mandados de prisão preventiva que devem ser cumpridos nas cidades de Alto Alegre dos Parecis, Cacoal, Pimenta Bueno e Espigão do Oeste. A ação envolve ainda o IBAMA e conta com cerca de 120 agentes federais.

Além de madeireiras e escritórios de contabilidade a Operação devassa residências, empresas de investigados e até mesmo ocas.


Fotos: Da RSE/Redação (Dpto Jornalismo RSE/AM 1570khz)

Fotos: Da RSE/Redação (Dpto Jornalismo RSE/AM 1570khz)

Fotos: Da RSE/Redação (Dpto Jornalismo RSE/AM 1570khz)

Fotos: Da RSE/Redação (Dpto Jornalismo RSE/AM 1570khz)

Fonte: RádioSociedadeEspigão

Nenhum comentário:

Postar um comentário