terça-feira, 10 de abril de 2012

Campo de futebol do Pacarana esta tomado pelo capim e cipó



Em Espigão é assim! O futebol é no mato, grama é para os ruins.

O campo de futebol do distrito de Boa Vista do Pacarana que na pratica é o único local alternativo para os desportistas da comunidade para a prática do lazer e do entretenimento esta inviabilizado pelo abandono do poder público. O que outrora foi denominado o campo da comunidade, hoje é pouco mais de duas quadras de capinzal e mato cipó que se entrelaçou e cobriu o pouco de grama existente no local. Para os visitantes que passarem pelo lugar a única certeza de que aquele espaço é um campo de futebol são as duas traves brancas que se sobressaem sobre a verdura do matagal. 





Toda sociedade tem o direito assistido por lei ao lazer e a diversão, mas aqui no Pacarana esse direito foi relegado em segundo plano pela ausência do Poder Público. O campo de futebol da comunidade do Pacarana em 2010 foi contemplado com uma emenda do ex – deputado federal Eduardo Valverde, porém esses recursos foram remanejados para o estádio municipal Luizinho Turatti para ampliação do conjunto de arquibancadas do estádio municipal e até hoje não saiu do projeto. A perda desses recursos pela comunidade até hoje é lamentada pelos desportistas que não compactuam com esse abandono do distrito por parte da administração atual. “Ano passado a equipe do Pacarana participou do campeonato municipal e recebeu vários jogos aqui em nosso campo, isso é importante para a comunidade que tem muito poucas opções de lazer para os seus moradores”. Afirmou um professor local.




O distrito do Pacarana é uma das comunidades mais afastadas da sede do município (Aproximadamente de 86 km) e sofre com a demora de ações por parte do Executivo Municipal. Durante nossa permanência no Pacarana fomos indagados por moradores conhecidos sobre esse desinteresse dos gestores pelos problemas da comunidade. No Pacarana falta água tratada, falta serviço de coleta de lixo, falta limpeza nas ruas, mas em compensação no Pacarana sobram buracos, sobra matagal nas ruas, sobram problemas de saúde e sobra mosquito da Dengue. Isso mesmo no ultimo trabalho feito pela equipe de endemias do município foi constatado que o distrito do Pacarana foi à comunidade que teve o maior índice de infestação do mosquito da Dengue em Espigão do Oeste.




O que se percebe ao conversar com as pessoas do Pacarana é que elas já estão conformadas com essa exclusão por parte da administração municipal. São raras as exceções em que algum cidadão questiona alguma situação, até a vontade de questionar esta ficando escassa na comunidade. O que se percebe nos semblantes dos moradores que supostamente tem alguma influencia é o desinteresse pelo debate pelas soluções locais, numa clara mensagem de descrédito aos atuais gestores ou submissão.



Fonte: Luizinho Carvalho é Sociologo

Nenhum comentário:

Postar um comentário