terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Da tragédia ocorrida no inicio da noite do dia 24 de janeiro no Rio Roosevelt, Riomar André Padilha mais conhecido por Romarinho que continuava desaparecido até ao meio dia desta terça-feira 31, foi encontrado por volta das 16:30 desta tarde há cerca de 400 metros da sede da balsa.
As buscas continuavam sendo feitas com muita intensidade diariamente ao longo do leito do rio, também foram feitas buscas na mata, inclusive utilizando equipamentos para tentar localizar o reboque da bala como forma de um possível resgate ou encontro do trabalhador. Depois de algumas horas de descanso após o almoço a equipe traçou novamente o novo roteiro de buscas localizando o corpo.
Na manhã desta terça-feira 31, recebemos informações de que as buscas seriam encerradas, uma vez que se completava 08 dias da tragédia. Mas por insistência do empresário Vilson Turatti as equipes retornaram as busca, porém com essa lamentável noticia do encontro do corpo.
Romarinho trabalhava há cerca de 20 anos naquela região, especialmente na turbina e outros serviços, deixou a casa do balseiro no início da noite de 24 de janeiro na companhia dos motoristas do empresário Samuel a bordo do reboque da balsa e desapareceram nas águas turvas do Rio Roosevelt. Na sexta-feira 27, as equipes de buscas, encontraram os corpos de Luiz Etelvino Medeiros e Valdisoro Fernandes que foram encaminhados para autópsia e sepultados na tarde de sábado 28.
As águas do Rio Roosevelt nesta estação do ano, sobem acima do seu nível e transbordam formando correntezas violentas, e esse pode ter sido o fator que acabou por alguma circunstância fazendo com que a tripulação perdesse o controle do reboque da balsa e viesse a afundar nas águas profundas e turvas do Roosevelt.
Muitos amigos da cidade assim que souberam do desaparecimento de Luiz Etelvino, Valdisoro e Romarinho, deixaram seus afazeres e juntamente com uma equipe do Corpo de Bombeiros partiram para aquela localidade formando equipes de buscas e salvamento, porém , a esperança de localizar Riomar André Padilha ainda com vida foi em vão.
De acordo com o empresário Vilson Turatti proprietário da madeireira Ita, localizada no Estado de Mato Grosso, Romarinho trabalhava a quase 20 anos em diversas frentes de trabalho naquela região, ora como balseiro, abridor de porteiras, porém sua principal atividade era na turbina.
Vilson Turatti lamentou a perda de Romarinho, afirmando que não foi apenas a sua família que perdeu alguém de valor inestimável, mas ele perdeu não só um funcionário, um colaborador, mais um grande colega e um grande amigo que vai lhe fazer muita falta. À esposa e aos filhos do funcionário, Vilson hipotecou sua solidariedade e votos de pesar.
O Rio Roosevelt na travessia da balsa, segundo informações tem uma extensão de 110 metros de uma lateral a outra e uma profundidade agora na época da cheia de 25 a 30 metros. O rio sobe a cima do nível e sua correnteza é violenta e impiedosa.


Fonte:   oconesul

Nenhum comentário:

Postar um comentário